sexta-feira, 18 de abril de 2008

Meu

Perdoe-me...
Perdoe-me o atrevimento
de querer-te por perto,
querer-te meu...
espetáculo,
a melhor parte,
minha obra de arte
transcedental...

Jenny Faulstich
(09/01/2008)

Nenhum comentário:

Postar um comentário